Técnicas De Black Hat SEO

A expressão black hat, que significa chapéu preto, é derivada dos vilões do cinema, o black hat do vilão em contraste com o white hat (chapéu branco) do mocinho. Na informática, o termo é utilizado para definir práticas indevidas e destrutivas.

black hat

Em SEO, black hat é um conjunto de técnicas que visam burlar o sistema de ranking dos mecanismos de busca para alcançar um bom posicionamento em curto espaço de tempo.

Sim, existem os “profissionais” da área. São programadores, pesquisadores e estudiosos dos algoritmos e sistemas que exploram brechas e vulnerabilidades, e suas técnicas são mais complexas do que as convencionais.

Mas vamos falar das práticas mais usuais, das mais comuns, que muitos utilizam como atalho para criar um sucesso temporal do site. É interessante que você tenha conhecimento dessas técnicas para não correr o risco de usar algo do tipo em suas páginas e acabar sofrendo com punições por parte dos mecanismos de busca, como perder posições no ranking ou, em casos mais graves, ser desindexado por eles.

O que Google, Yahoo, Bing fazem é tentar garantir ao usuário que, ao clicar em um link oferecido por eles, o site a ser visitado tenha um conteúdo de qualidade e condizente com o termo buscado.

Ou seja, se o usuário buscar por Larissa Riquelme, que ele não caia num site, por exemplo, de trabalhos de amarração amorosa ou de venda de capas para aparelho celular (telemóvel). Se bem que, nesse caso, até faria algum sentido, principalmente se fossem capas de silicone…

Enfim, que o usuário, ao fazer uma pesquisa nos sistemas de busca, encontre páginas que realmente sejam informativas e de interesse sobre o assunto, em vez de ser redirecionado ou levado a sites com assuntos diferentes ou sem consistência sobre o tema procurado.

Veja a seguir algumas dessas técnicas:

Repetição Excessiva De Palavras-chave

Reprodução de forma exagerada de palavras-chave em determinada página do site (incluindo títulos, descrição, corpo do texto), resultando num conteúdo irrelevante e muitas vezes sem nexo, focado somente nos motores de busca e não ao visitante.

Textos E Links Ocultos

O uso de textos ocultos tem a intenção de rechear a página com palavras-chave (repetir a palavra-chave de forma exagerada) para serem rastreadas pelos mecanismos de busca, mas sem que isso apareça para o visitante. Algumas técnicas:

  • Fontes e fundo da mesma cor
  • Uso do tamanho mínimo para fonte
  • Textos atrás das imagens

Imagem “Invisível”

Outro artifício amplamente utilizado. Basicamente é uma imagem no formato gif diminuta, transparente, onde são colocadas diversas palavras-chave utilizando o atributo alt. Alguns também usam do excesso de palavras-chave nas imagens mesmo sem ocultá-las.

Camuflagem De Conteúdo

Isso ocorre quando são criadas páginas distintas: uma para a leitura feita pelos mecanismos de busca e outra apresentada aos usuários.

Por exemplo, para os robôs de rastreamento são apresentados textos em html sem qualquer sentido, com diversas palavras-chaves que se repetem aparentando ser um conteúdo relevante, enquanto que para você são mostradas imagens ou animações em flash.

Páginas De Entrada

Uma “doorway page” é, basicamente, uma página criada especificamente para otimização, ou seja, para conseguir um bom posicionamento com determinadas expressões ou palavras-chave nos mecanismos de busca. Não mostram conteúdo importante para o usuário, possuem vários links e, geralmente, todos indicando para uma única página.

O mais comum é serem criadas várias dessas páginas, cada uma otimizando um termo, e todas acabarem apontando para o mesmo destino.

Em alguns casos há também um redirecionamento automático.

Cuidado Com Spam

Pensou em espalhar links de sua página em vários comentários de artigos em blogs e sites? Pois é, muitos não só pensaram como também já fizeram. E isso pode ser considerado spam e você ter seu site denunciado. Moderação, sempre.

Essas são somente algumas das técnicas de black hat SEO das mais utilizadas. É importante que você as conheça e as reconheça para que possa se prevenir, se preservar e também denunciar sites que se utilizem dessas práticas desleais.

Muitas empresas que se oferecem para otimização de sites fazem uso dessas técnicas, apresentando aos seus clientes um falso e convincente resultado num curto espaço de tempo.

Geralmente são as mesmas empresas que também apresentam aos seus clientes menos atentos resultados de palavras-chave inexpressivas como sendo um sucesso de otimização. Ocorre é que o tombo pode ser grande, irreversível, e o prejuízo moral e financeiro também.

Monte seu site com conteúdos de qualidade e praticando ou exigindo técnicas de white hat SEO, que podem até ser mais disputadas e exaustivas, mas quando o trabalho é bem organizado, direcionado, aplicado e bem administrado, você tem a certeza de que os resultados virão de forma satisfatória e prolongada para o seu projeto, seus visitantes e seu bolso.

O Google e o Yahoo, possuem páginas específicas para denúncias de spam.

Até a próxima

@Ednucci

Be Sociable, Share!

7 Comentários

  1. Realmente existem pessoas que utilizam dessas tecnicas e acabam colocando em risco uma o nome de uma empresa na internet.
    Hoje em dia sabemos que mais da metade das vendas de diversas empresas que antes eram somente "off-line", agora estão disponilizando seus produtos via web, e isto implica em contratação de pessoas realmente qualificadas e entendidas sobre SEO.
    Este post com certeza irá ajudar muitas pessoas que não possuem conhecimento de como as coisas funcionam para que sua marca/empresa apareça no Google, mas desde que seja usado de forma correta – as formas que não devem fazer já foram mostradas. Abs

    • Olá Pedro! A utilização de técnicas de black hat seo pode até ser eficaz a curto prazo, mas muito penalizador no médio e longo prazo. Não recomendo estas técnicas a quem investe no projeto sério de qualidade. E é muito importante, na hora de contratar um profissional SEO, saber exatamente se ele vai seguir as diretrizes de qualidade do Google. Um Abraço! Rui Soares

  2. black hat seo e mesmo utilizado por quem quer projectos de curto prazo. Tempo diminuto mas maximo efeito e lucro.
    EU sou um estudioso do black hat, e sei que nao fazer. Dai exister o gray hat seo. Muito mais interessante e muito mais proveitoso que o white hat, e que pode fazer-se com seguranca seguindo regras obvias.

  3. Olá a todos, eu utilizo técnicas Black Hat sem problemas há muito tempo, sei fazer uso delas e se usadas adequadamente são praticamente indetectáveis.Além do mais é difícil dizer o que é ou não correto. 
    Por exemplo, palavras chave: coloca-se meta tags, palavras no texto, no primeiro parágrafo, etc. Considera-se correto. Eu uso um número de palavras chaves tal que embora se repitam, não chamem a atenção, é um estudo, um cálculo.Qual é o limite entre correto e errado?Não fica sem sentido, nem duplicado, nem estranho, apenas uso a regra no limite.
    Qual a diferença entre link farm e troca de links, para mim muito pouca. Na troca de links existem muitos links para seu site, no link farm também, a diferença é que todos do link farm são meus, mas técnicamente não vejo diferença. Acho meu método de link farm mais seguro pois não faço troca entre meus sites principais e secundários, apenas jogo para eles e o google não te pune por links de outros sites sem o direcionamento inverso.
    Parabéns aos saudosistas mas pretendo iniciar no Brasil um Guia Black Hat SEO, no momento estou com um blog para sentir o tamanho do meu público mas se tudo der certo vou em pouco tempo abrir um .com.br sobre o assunto e ensinar de forma segura o uso do Black Hat, sem grosserias, como texto escondido e outros mais batidos. Será um black profissional e de qualidade, tenho estudado muito lá fora, onde esta é uma discussão bem mais aberta.
    Tenho certeza que os administradores conhecem muitas empresas que fazem uso sem nem informar ao cliente, meu primeiro site, foi prometido em um mês até a 3ª página para determinadas palavras chave e em 15 dias eu já estava na 1ª e em uma mês entre os tres primeiros lugares. Na época, nunca havia ouvido falar de Black Hat mas hoje sei que foi feito. Hoje em dia eu administro meus sites e tanto este quanto outros vão muito bem obrigado.
    Vou tentar passar às pessoas um black Hat de qualidade.Abs.  

    • Olá Guido! Você é dono do seu site. Usa as técnicas de otimização que julgar mais adequadas e corre os riscos respectivos. A Google não é nenhuma divindade para ditar regras morais, nem tem qualquer legitimidade democrática para estabelecer normas imperativas que obriguem os cidadãos do mundo a obedecer. É apenas uma empresa que publicou um guia de diretrizes sobre otimização. Quem quiser seguir essas diretrizes poderá fazê-lo. Quem não quiser, é livre para seguir o seu caminho e explorar o funcionamento do Google e usar esse conhecimento em seu proveito pessoal. Eu não uso técnicas Black Hat. Mas, algumas dessas técnicas não suscitam na minha consciência qualquer dilema moral. A minha decisão de não usar é resultante duma análise de risco e apenas isso. Um Abraço! Rui Soares

  4. Rui, um excelente ponto de vista este. Não concordo com a marginalização da técnica, pois é desta forma que a coisa é normalmente colocada. Você estabeleceu um critério impessoal e técnico, parabéns.

    • Olá Guido! O artigo é do Ednucci. Eu entendo que cabe a cada um decidir como otimizar o seu site ou blog para os motores de busca. A Google é apenas uma empresa e com os seus próprios dilemas morais. Tem o seu lado bom e o seu lado mau. Se decidiu recomendar diretrizes, quem quiser segui-las é livre de fazer isso. Quem não quiser, que faça o que entender. A minha posição pessoal é de apostar em conteúdo de qualidade. E, sempre que tenho tempo, faço o marketing desse conteúdo. Quem quiser criticar algumas técnicas black hat, no caso das lícitas, por entender que violam normas éticas criadas pela Google, terá que debater o abuso de posição dominante da Google e muitas outras questões onde a Google tem uma posição censurável e a falta de legitimidade da empresa para estabelecer padrões morais. Não só não tem legitimidade através do seu exemplo, porque já cometeu erros censuráveis. Como não tem qualquer legitimidade democrática. As diretrizes do Google são meras normas técnicas que a Google sugere e que cada um poderá ou não seguir. Devo acrescentar que, na maioria dos casos, recomendo que essas diretrizes sejam seguidas. Eu próprio tento segui-las. Mas, sem qualquer complexo de inferioridade relativamente à Google. Um Abraço! Rui Soares

Participa! Comenta...