webmaster

Guia WordPress 3 Parte8 – Posts Personalizados e Novas Taxonomias

Olá, Somos criadores de conteúdo apaixonados por web design, programação, criação de websites e tecnologias digitais. O nosso website está online! Explore a nova versão beta, onde terá acesso a novos recursos e melhorias. A sua experiência e feedback são muito importantes para nós! Novos artigos, todas as semanas! Fique atento.
Artigos SEO

Artigos SEO

Search Engine Optimization

Artigos WordPress

Criação de websites.

Tutoriais

Ensino numa série de passos simples

Guia WordPress 3 Parte8 – Posts Personalizados e Novas Taxonomias

Olá caros leitores!

Em um mundo onde precisamos criar identidade própria, principalmente como fator de sucesso em algum site/blog, podemos realmente ter o WordPress 3 como aliado nessa construção.

O CMS evoluiu de um simples “sistema automatizado para blogs” para um completo “construtor de sistemas/sites/blogs” e muitas vezes isso assusta qualquer usuário, mas quero provar que o velho conceito de que “tudo é simples” ainda existe e está ainda mais evidente na versão 3, pois agora realmente é possível personalizar absolutamente tudo de modo bem simples.
strong
E isso inclui também o conteúdo. Por isso, a partir de agora você aprenderá enfim a usar os posts personalizados e as novas taxonomias.

A princípio, o maior problema que vejo ao utilizar esses novos recursos é a manipulação de código para adiciona-los. Mas como sempre pensamos em todos os leitores, também utilizaremos alguns plug-ins no processo.

Conteúdo do WordPress

Antes de tudo, precisamos de um pouco de teoria para entender exatamente esses recursos. Segundo a documentação do Codex, existem 5 tipos de conteúdo padrão que o WordPress utiliza:

  • Post: geralmente são exibidos em ordem cronológica e utilizados na publicação de feeds;
  • Página: não faz parte da estrutura cronológica dos posts, tendo suas próprias URLs. Podem possuir modelos especiais e uma estrutura hierárquica;
  • Anexo: post especial que contem informações sobre os arquivos enviados ao WordPress;
  • Revisões: é um rascunho dos posts e páginas existentes;
  • Menus de Navegação: informação sobre os itens do sistema de navegação do WordPreess;

Todos são armazenados no banco de dados, sendo identificados de acordo com o tipo de conteúdo e suas características.

Com o Post Personalizado é possível criar seu próprio tipo de conteúdo, podendo utilizar características daqueles já existentes, porém adicionando outros de acordo com a sua necessidade.

Dependendo do que for criado, esse novo tipo de conteúdo nada terá haver com aqueles já existentes. Na verdade o nome Post Personalizado deveria ser mudado para Conteúdo Personalizado.

Algumas ideias interessantes para o uso desse recurso incluem:

  • Base de dados para filmes ou livros, como no site Pop Critics;
  • Uma galeria de fotos como no site ThemeHybrid;
  • Fórum totalmente integrado ao WordPress;
  • Sistema de tickets para atendimento ao cliente ou helpdesk, semelhante ao WordPress Trac;
  • Portfólio Pessoal ou Empresarial;
  • Catálogo de produtos;
  • Calendário de eventos;

Veja que são inúmeras as possibilidades de aplicação do recurso.

Veja um exemplo bem interessante de conteúdo personalizado:

Na verdade esse é um site de demonstração do plug-in WP-Property, que apresenta informações específicas sobre venda de imóveis.

Repare na figura que existe uma galeria, um texto descritivo e detalhes específicos do imóvel, como o endereço, o preço e outros.

Agora imagina essas informações preenchidas para uma grande quantidade de imóveis. Como seria?

Utilizando os posts ou páginas do WordPress seria necessário perder um bom tempo, incluindo aí tags xHTML, para incluir todo o conteúdo.
strong
Mas utilizando os posts personalizados é possível criar um modelo específico de cadastro e então ajustar o tema para que toda a informação seja exibida.

O post personalizado pode ainda incluir outros recursos do WordPress. Ainda utilizando o exemplo, foram utilizados os campos personalizados para exibir os detalhes específicos do imóvel.

Esse recurso já foi detalhado em outro outro artigo, WordPress – Campos Personalizados, mas sua aplicação aqui foi bem mais abrangente. Em artigos futuros iremos tratar sobre como utilizar esses recursos no seu site ou sistema web de forma prática.

Novas Formas de Classificação

Também não podemos nos esquecer de que cada tipo de conteúdo permite novas taxonomias, ou seja, novas formas de classificação. No artigo WordPress – Criação E Organização Do Conteúdo foram apresentadas as formas de classificação já existentes.

Para ficar ainda mais claro, veja o exemplo de um novo tipo de conteúdo chamado “Filmes”:

  • Filmes: Post Personalizado;
  • Gênero: Taxonomia semelhante à Categoria;
  • Atores: Taxonomia semelhante à Tag;

A diferença entre gênero e atores é que no primeiro será possível adicionar subgêneros, ao contrário do segundo. Em termos técnicos dizemos que o primeiro permite uma hierarquia e o segundo não.

Adicionando o Novo Tipo de Conteúdo

Quando um Post Personalizado é definido no WordPress, a sua tela de criação poderá ser totalmente diferente do Post/Página. Por isso a mágica toda está justamente aí! 😀

Você poderá eliminar os blocos e campos desnecessários, poderá forçar a edição de alguns campos específicos, poderá utilizar o recurso de Campo Personalizado do WordPress e assim criar seus próprios:

Toda a informação cadastrada poderá ainda ser apresentada de forma personalizada no seu tema. Enfim, a imaginação é sua e o WordPress praticamente não impõe limites nessa caso. Aproveite! :d

Programação e Plug-ins

Todas as possibilidades apresentadas vão requerer modificações no código do WordPress, pois não estão disponíveis no Painel de Administração como aqueles apresentados até agora.

Nesse Guia do WordPress 3 nós iremos mostrar o básico e algumas implementações, porém será necessário muito cuidado ao manipular os códigos, pois poderão “acabar” com o seu WordPress.

Também serão apresentados alguns plug-ins que farão todo o trabalho de forma automática, como estamos acostumados a fazer. 😀

Mas em ambos os casos será realmente necessário conhecer os conceitos que envolvem esse recurso. Por isso, se você ainda não entendeu, releia esse artigo quantas vezes for necessário e caso ainda tenha dúvidas, utilize os comentários para podermos ajudar.

Continuamos o assunto no próximo artigo detalhando os plug-ins. Caso tenha alguma sugestão, crítica, elogio ou dúvida, utilize os comentários.

Fiquem na paz e até lá!

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)

Deixe o seu comentário, participe!

4 Responses

  1. Gostei do coneceito dos posts personalizados e acho bastante útil mesmo. Sobre as taxonomias que eu não entendi. O que significa o termo e qual a utilidade?

    Obrigado pela séria e está ótima e bem simples e explicada.

    Um abraço

  2. Cara, esse plugin era o que eu precisava! impressionante a capacidade do WordPress, ele me surpreende a cada minuto, e tão simples aprender, que da pra aprender brincando!

    Otimo artigo, valeu

  3. Olá, Procurei por muito tempo este tipo de coisa, estou criando um site tipo o Pop Critics, quando vi o exemplo neste post fiquei maravilhado, agora vou continuar lendo o restante e assim que  acabar mostro o resultado, Obrigado mesmo, belo trabalho você tem aqui

  4. Olá, tem como me explicar melhor como funciona a adição de novos campos do formulario e etc, e como posso fazer algo parecido com o conteudo dentro do subtitulo "Adicionando o Novo Tipo de Conteúdo"?

    Aliás, muito bom esse seu tutorial, muito obrigado!

    só gostaria que fosse mais aprofundado nessa parte. 

    att. João da Rosa

Leave a Reply to Alessander Raker Cancel reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *


Versão Beta

Estamos a mudar

Olá, Somos criadores de conteúdo apaixonados por web design, programação, criação de websites e tecnologias digitais. Ajudamos os nossos clientes a levar o conteúdo certo às pessoas certas, criando artigos e recursos que facilitam a criação e otimização de websites.

Artigos Populares

Guia Prático Sobre Segurança Do Joomla

Dicas para diminuir substancialmente o número de vetores de ataque ao Joomla! Proteja o seu trabalho!

Os Segredos Do Sucesso Na Internet

A responsabilidade. O querer. O erro e a experimentação. O social. A memória da internet. Ser quem você é.

38 Ideias Espetaculares Para Sites De Empresas

Encontre inspiração nestes 45 exemplos de sites de empresas para criar o site da sua empresa.