webmaster

11 Dicas Para Você Reduzir O Bounce Rate

Olá, Somos criadores de conteúdo apaixonados por web design, programação, criação de websites e tecnologias digitais. O nosso website está online! Explore a nova versão beta, onde terá acesso a novos recursos e melhorias. A sua experiência e feedback são muito importantes para nós! Novos artigos, todas as semanas! Fique atento.
Artigos SEO

Artigos SEO

Search Engine Optimization

Artigos WordPress

Criação de websites.

Tutoriais

Ensino numa série de passos simples

11 Dicas Para Você Reduzir O Bounce Rate

O Que É O Bounce Rate Ou Taxa de Rejeição?

Um Bounce Rate elevado é um alerta de que o seu site não está sintonizado com os respectivos visitantes. E esse facto pode determinar o insucesso da sua presença online. Vamos analisar o que é o bounce rate, a importância dessa medida estatística e dicas para reduzir um bounce rate elevado.

Em termos básicos, um Bounce é uma visita que acede a uma página do seu site e sai sem visitar outra página. Portanto, é uma vista com um único pageview.

saída


Bounce Rate = número de visitas que visualizaram apenas uma página / pelo número de visitas total

Este valor não pode ser interpretado em termos absolutos, porque representa comportamentos diferentes dos visitantes, que nem sempre são negativos. É necessário analisar esta medida em conjunto com outros dados estatísticos e tendo em conta a média para o mesmo tipo de site.

  • Um visitante acede a uma página do seu site, clica logo de seguida num link para outra página do seu site e sai poucos segundos depois, para nunca mais regressar. Este visitante não foi contabilizado como um bounce.
  • Um visitante acede a uma página do seu site, estuda detalhadamente o conteúdo dessa página, faz um pequeno intervalo para tomar um café, regressa e, 35 minutos depois de ter acedido à primeira página, clica num link para outra página do seu site. Este visitante foi contabilizado como um bounce. Uma sessão no Google Analytics dura 29 minutos de inactividade. Houve apenas 1 pageview durante a sessão. Contou como bounce.
  • Um visitante acede a uma página do seu site e sai 5 segundos depois para nunca mais regressar. Bounce. Um visitante acede a uma página do seu site, lê cada palavra do texto dessa página, durante 15 minutos, entusiasmado com a qualidade do mesmo, e sai para regressar todos os dias para ler o último artigo publicado. Bounce.

O facto de ser um valor relativo, não significa que você possa ignorar o bounce rate do seu site ou blog. Se o valor for elevado é exactamente igual ao problema de alguns homens que sofrem de ejaculação precoce. Pense um pouco. É essa a imagem que você quer associar ao desempenho do seu site ou blog? O blog dos 5 segundos…

desempenho

Análise Comparativa Entre As Diferentes Origens Do Tráfego

Aceda no Google Analitics à opção Origens Do Tráfego. Clique em Todas as origens de tráfego e compare o Bounce Rate ou Taxa de Rejeição entre as diferentes fontes.

Este estudo comparativo pode ajudá-lo a trabalhar melhor fontes de tráfego onde o bounce rate é mais elevado ou a priorizar fontes de tráfego onde o bounce rate é menor. Inclusivamente, permite avaliar o seu investimento em marketing e publicidade. Se você investe tempo e dinheiro numa determinada fonte de tráfego cujo Bounce Rate é substancialmente mais elevado que o Bounce Rate doutras fontes, se não for possível diminuir esse valor, parece-me que a medida mais racional será investir o seu tempo e dinheiro em tráfego de qualidade, ou seja, em fontes de tráfego com Taxas de Rejeição Menores.

Bounce Rate No Comércio Electrónico

Num site duma empresa, que promove os seus serviços ou produtos, ou numa loja online, a taxa de conversão determina o sucesso ou insucesso da presença online, especialmente existindo um investimento em publicidade, como por exemplo no Google AdWords. Uma taxa de conversão abaixo dum determinado valor significa prejuízo.

lucro

Ora, para que um visitante aceda

  • ao formulário ou página de contacto e contacte a empresa
  • ao formulário de encomenda e submeta uma encomenda dum produto ou serviço
  • ao processo de checkout da loja online e finalize a compra

é necessário que o visitante clique em mais do que 1 página. Se esse visitante for um bounce, não vai somar na taxa de conversão.

Em qualquer site de comércio electrónico e processo de conversão, temos visualmente um funil:


O visitante acede à pagina inicial. > Seleciona uma categoria. > Acede à página com informação sobre um produto. > Adiciona o produto ao shopping cart. > Finaliza a compra.

Ora, em cada passo deste processo, nós queremos que o visitante dê o passo seguinte. Mas, para perceberem a importância do bounce rate, esse primeiro passo é o NÃO BOUNCE. O visitante, ao ser confrontado na primeiro página visitada com um Call To Action, responde positivamente e clica para aceder à página seguinte. Logo, não bounce. Não rejeitou o seu site.

Um site com um Bounce Rate elevado, está à partida a alienar uma percentagem elevada do seu tráfego. Já sabemos que não é uma valor absoluto. Mas, num site de comércio electrónico, um valor acima de 50% é preocupante. E acima de 35% deve ser objecto de análise.

O problema é fácil de entender. Você não consegue vender um produto a um visitante que não fica sequer 5 segundos no seu site.

Bounce Rate Nos Blogues

O Bounce Rate num Blog é mais elevado do que num site de comércio electrónico. E não é preocupante. Mas, também não significa que você não deva trabalhar para baixar esse valor. Quanto menor for esse valor, maior será a capacidade do seu blog para fidelizar leitores, converter nos links de afiliados, monetizar publicidade com base no modelo Custo Por Mil Impressões (CPM), alcançar os seus objetivos.

Mas, vamos focar a nossa atenção na razão pela qual o Bounce Rate nos blogues é maior do que num site de comércio electrónico.

Nos blogues que publicam 1 artigo diário, não é normal o comportamento do leitor (não é visitante, é leitor mesmo) que acede ao blog para ler o último artigo publicado? E, no dia seguinte, acede novamente para ler o artigo publicado nesse mesmo dia. Este visitante acede TODOS OS DIAS ao blog para ler o artigo publicado nesse dia. E não clica noutras páginas, porque o artigo está publicado na primeira página e porque já leu todos os artigos anteriores… É o visitante PERFEITO. E, no entanto, é um Bounce. Soma mais 1 no bounce rate.

E o comportamento do visitante que acede a uma página do seu blog, porque está pesquisando uma palavra chave no Google e o seu blog apareceu nos resultados orgânicos do Google para essa pesquisa? Leu com interesse o seu artigo, gostou muito, mas como tinha várias tabs abertas com outros sites com informação relevante para a pesquisa que estava a fazer, não clicou noutra página do seu blog. Este visitante até já conhecia o seu blog e visita regularmente. Bounce. Soma mais 1 no Bounce Rate.

No Google Analytics, podemos analisar o bounce rate de cada página clicando em Conteúdo > Principais páginas de destino. Depois, clicamos na página que queremos analisar, na lista que é apresentada.

No drop down menu do lado direito, eu gosto de selecionar a opção Tipo de Visitante, para comparar os dados estatísticos entre entre novos visitantes e visitantes que retornam ao blog. Qual a percentagem de visitantes que retornam nessa página com um Bounce Rate elevado? Qual o tempo médio na página para os novos visitantes?

tipo visitante

Também seleciono a opção Palavra-chave, para verificar se há um percentagem relevante de visitantes que chegam a essa página, mas que estão a pesquisar palavras chave que não são relevantes para o conteúdo publicado nessa página. O que é que vai acontecer com esses visitantes? Não vão encontrar o que procuram e obviamente saem logo a correr.

Você ainda pode seleccionar a opção Origem, para comparar o bounce rate entre as diversas fontes de tráfego que trouxeram visitas para aquela página e retirar conclusões.

Relação Bounce Rate E SEO

O Google tem repetido em várias ocasiões que o algoritmo valoriza a felicidade dos usuários que pesquisam no Google. E essa felicidade manifesta-se concretamente através de várias acções:

  • bookmark do site
  • fidelização como leitores
  • links para o site

Em termos gerais, um visitante que acede a uma página e depois a outra e a mais outra tem uma experiência mais positiva do que um visitante que acede a uma página e fecha a tab ou o browser logo de seguida.

Portanto, o Bounce Rate também é um indicador de satisfação. Quanto menor o Bounce Rate, maior a satisfação dos visitantes, do Google e do webmaster…

httpv://www.youtube.com/watch?v=rasT-oQW3hY

11 Dicas Para Você Diminuir O Bounce Rate

1. Usabilidade

Um site ou blog com problemas de usabilidade, com um interface de navegação difícil de usar, que não respeita convenções, terá um bounce rate mais elevado do que um site fácil de usar.

usabilidade

Escrevemos um artigo sobre usabilidade e sugerimos que leia as dicas apresentadas nesse artigo:

2. Tipografia Web

Os visitantes examinam o conteúdo duma página dum site ou blog rapidamente, à procura da informação que procuram. Olham para as imagens, para os títulos e subtítulos, para qualquer texto destacado. E é com base nesse exame rápido que decidem se o texto merece uma leitura mais cuidada e atenta.

Se estudarmos os princípios da tipografia web, podemos apresentar o nosso conteúdo de modo a facilitar a leitura do visitante, seja no primeiro exame rápido ao conteúdo, seja numa leitura palavra a palavra do texto.

Um site ou blog com uma fonte demasiado pequena, com um contraste pobre entre a cor do background e da fonte, com demasiadas palavras por linha e com outros erros de tipografia terá um bounce rate mais elevado por essa razão.

Encontrará nestes artigos dicas importantes sobre tipografia web:

3. Páginas De Erro 404

No Google Analytics, aceda a Conteúdo > Páginas principais de destino e clique Em Taxa De Rejeição na lista apresentada. Veja as páginas de erro 404. Qual o Bounce Rate ou Taxa de Rejeição das páginas de erro 404? 100% ?

Se alguém aceder ao seu site e aparecer uma página de erro 404, se essa página não estiver personalizada e não oferecer acções alternativas, o visitante vai sair do seu site. E vai somar mais 1 no Bounce Rate. Leia as nossas dicas para personalizar a sua página de erro 404:

página erro 404 mixx

4. Conteúdo

A qualidade do conteúdo do seu site, da informação que você publica, dos serviços e produtos que você está a vender tem um papel decisivo no interesse dos visitantes de explorarem o seu site. Se alguém aceder a um artigo dum blog e não gostar desse artigo ou não encontrar informação útil, dificilmente vai ler outras páginas. Se acederem a uma loja online e o preço dos produtos ou serviços for exorbitante, vão abandonar o barco num só salto.

Outro aspecto importante é a consistência entre o tema do site e o conteúdo publicado. Se o tema do seu blog é nutrição, talvez não seja boa ideia escrever a maioria dos artigos sobre temas diferentes, que não são relevantes para o tema nutrição.

Abro uma excepção para os blogues onde o tema é o próprio autor do blog. Esse autor até pode escrever sobre nutrição, mas como estabelece uma relação de tal forma pessoal com os seus leitores, através da sua foto, dos vídeos que publica, dos artigos que escreve sobre a sua vida privada, o tema nutrição deixa de ser o íman que atrai os visitantes ao blog, passando para um lugar subsidiário. Nestes blogues, não é necessário focar tanto no tema aparente do blog, porque nem sequer é esse o tema principal. Nos blogues onde não existe essa promoção do Eu Autor, é importante escrever artigos que são relevantes para o tema do blog.

5. Velocidade de acesso

Quem é que toma um chá e espera que o seu site entre? A expectativa dos usuários é que o seu site entre rápido. Se o tempo de acesso for muito lento, não vão esperar…

velocidade

Leias estas dicas para tornar o seu site num Super Ferrari:

6. Palavras Chave

Já abordamos aqui a questão de você analisar as palavras chave que os visitantes estão a pesquisar para aceder às páginas com um bounce rate mais elevado. Se o conteúdo da página não for relevante para as pesquisa que os visitantes estão a fazer, você deve analisar porque razão é que a página está a aparecer nos resultados orgânicos dos motores de busca para a pesquisa dessas palavras chave e tentar afinar o on-site SEO dessa página.

Você poderá colocar um link no topo de página para o conteúdo que esses visitantes estão a procurar, caso seja relevante para a temática do seu site. Alterar o conteúdo dessa página de modo que seja relevante para esses visitantes. Ou otimizar melhor a página para as palavras chave relevantes, de modo a receber visitantes interessados no conteúdo essa página.

7. Title e Meta Description

snippet

Leia este artigo para compreender como é que o Google escolhe o título, a descrição e o URL do seu site que aparece nos resultados orgânicos do Google. Esse conjunto de 3 elementos principais chama-se Snippet.

Ou veja este vídeo do Matt Cutts:

httpv://www.youtube.com/watch?v=vS1Mw1Adrk0

Ora, como é fácil de compreender, se não existir uma correspondência entre esse título e descrição nos resultados orgânicos do Google e o conteúdo da página, o bounce rate vai ser elevado. Os visitantes clicam no site, porque leram com interesse o título e descrição da página no Google, mas depois não encontram a informação prometida.

Outro aspecto importante é a falta de correspondência entre o título dum artigo e depois o respectivo conteúdo. O autor escrever um título sobre o tema A e depois escreve um artigo sobre o tema AB.

Finalmente, não escreva para si. Escreva para os seus visitantes e leitores.

8. Função De Pesquisa

Imagine que um visitante acede a uma página no seu site e não encontra a informação que procura.

Eu consigo imaginar essa situação com facilidade. Visito a Amazon com frequência, dado que tenho vício pela leitura. E normalmente não encontro o livro que procuro na página inicial. Tenho que procurar. Uso quase sempre a função de pesquisa da Amazon. Acho que não seria capaz de chegar ao livro pretendido através do interface de navegação. Experimente você. Aceda à Amazon e procure um livro específico. A função de pesquisa é uma benção de Deus!

Em qualquer site ou blog, a função de pesquisa é uma ferramenta que pode ajudar o visitante a procurar informação. E é mais um instrumento para combater o Bounce Rate.

9. Call To Action

Quem é que tem um Bounce Rate menor? O blogueiro que oferece no fim de cada artigo opções adicionais de leitura ou o blogueiro que obriga o visitante a voltar ao topo de página para procurar outros artigos interessante ou relacionados? A empresa que oferece produtos relacionados, promoções e os produtos mais populares nas páginas de cada produto ou a empresa que entrega ao visitante a responsabilidade exclusiva de encontrar o que procura.

  • Usa o WordPress? Experimente o Yet Another Related Posts Plugin para exibir artigos relacionados no fim de cada artigo.
  • Coloque uma lista com os seus artigos mais populares na barra lateral ou no footer.
  • Publique também uma lista dos artigos mais recentes e dos artigos mais comentados.
  • No próprio artigo, promova outros artigos já publicados e relevantes, com links para esses artigos.
  • Edite artigos mais antigos e adicione links para artigos mais recentes e relacionados.

artigos relacionados

10. Mídia

Uma imagem vale mil palavras.

Adicionar imagens ao conteúdo do seu site ou blog é importante. A leitura forna-se mais fácil, especialmente em artigos longos como este, dado que há pausas para olhar para as imagens e, desde que estas sejam relevantes, não se tornam uma distracção perigosa.

Complementar um artigo ou um tutorial com um vídeo também funciona muito bem. Você prefere ler um livro ou ver um filme?

11. Redes Sociais

Fomentar a interatividade entre o visitante e a empresa ou o autor do blog, através das redes sociais, vai criar um diálogo que é muito importante para o sucesso atual de qualquer presença online.

Você pode:

  • Conhecer as necessidades e expectativas do visitante.
  • Estabelecer um meio de comunicação duradouro com esse visitante, através do qual poderá promover novos produtos, serviços ou conteúdos.
  • Criar relação pessoais que reforçam a identidade entre o visitante e o site ou blog.

Essa interatividade pode ser incentivada através da publicação dos streams das suas conversas no Twitter e Facebook ou das suas fotos no Flickr, através de widgets com os últimos comentários no blog, com a identificação dos usários que mais comentam, com convites no fim de cada artigo aos visitantes para que participem nos comentários.

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (2 votes, average: 4.00 out of 5)

Deixe o seu comentário, participe!

One Response

  1. Uma maneira de diminuir o Bounce Rate é vc colocar na sua Home Page, uma página falando sobre o site com vários links para ele. Algo falando sobre o site e mostrando os seus melhores conteúdos, ao invés de na sua HOME PAGE mostrar os "Post Mais Recentes".
    Se empenhe em fazer algo criativo, falando mais sobre vc, e o objetivo do site. Eu fiz isso no meu, e obtive bastante resultado. Meu BR era de 70% e caiu para 40%. Que é a média que seu site deve ter, ainda está alta! O bom mesmo é 30% para baixo! Mas 40% já é mais tranquilo.

Leave a Reply to So Para Macho Cancel reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *


Versão Beta

Estamos a mudar

Olá, Somos criadores de conteúdo apaixonados por web design, programação, criação de websites e tecnologias digitais. Ajudamos os nossos clientes a levar o conteúdo certo às pessoas certas, criando artigos e recursos que facilitam a criação e otimização de websites.

Artigos Populares

Guia Prático Sobre Segurança Do Joomla

Dicas para diminuir substancialmente o número de vetores de ataque ao Joomla! Proteja o seu trabalho!

Os Segredos Do Sucesso Na Internet

A responsabilidade. O querer. O erro e a experimentação. O social. A memória da internet. Ser quem você é.

38 Ideias Espetaculares Para Sites De Empresas

Encontre inspiração nestes 45 exemplos de sites de empresas para criar o site da sua empresa.